Sete estratégias de gestão para ter uma equipe campeã

Especialista elenca o que um gestor precisa fazer para garantir alto rendimento dos colaboradores

Via : Administradores.com

Publicado: terça-feira, 30 janeiro, 2018 às 13:13
Estabeleça metas realistas. Do contrário, sua equipe pode ficar frustrada e ter uma queda de rendimento

Um novo ano chegou e para garantir bons resultados na empresa a receita é a basciamente a mesma: muita motivação e engajamento. Afinal, todo mundo sabe que o rendimento de uma equipe está fortemente ligado à qualidade da gestão, pois não basta ter apenas os melhores profissionais, é preciso saber como conduzi-los da maneira mais eficiente.

Ana Paula Wolfram, especialista da Magnus Consultoria, registrou sete estratégias para extrair o melhor do seu time e fazer com que ele entregue os melhores resultados. Confira:

1. Defina bem o papel de cada um.

Quando um profissional conhece bem seu papel e sabe o que a empresa espera dele, consegue desenvolver um trabalho mais focado, atingindo os resultados com mais facilidade. Essa definição também é importante organizacionalmente, para definir uma estrutura de cargos e salários mais justa, que motive os colaboradores.

 2. Valorize a comunicação.

Um canal de comunicação claro e bem resolvido proporciona um ambiente de trabalho mais tranquilo e profissional. Os colaboradores devem ter liberdade para falar com a parte da gestão e vice-versa. Isso facilita a solução de problemas e a troca de informações, facilitando o andamento dos processos.

 3. Forneça feedbacks.

Tão importante quanto avaliar constantemente seus colaboradores é dar um retorno sobre seu desempenho. A cada nova etapa de um projeto, converse com a sua equipe, de preferência individualmente. Feedbacks negativos dão uma chance do profissional se desenvolver e acertar seu trabalho. Já os positivos servem como motivação.

4. Trabalhe com o sistema de recompensas.

A política de recompensas é muito comum no meio empresarial e é uma excelente forma de motivar uma equipe. Porém, é preciso que seja bem pensada. Estabeleça metas realistas. Do contrário, sua equipe pode ficar frustrada e ter uma queda de rendimento. Também é importante conceder benefícios proporcionais ao objetivo conquistado. Isso mostra que o esforço deles é válido e está sendo respeitado.

5. Ofereça treinamentos.

Essa é uma solução em que todos ganham: a empresa, por contar com uma equipe mais capacitada, e o profissional, por se manter atualizado no mercado. Além disso, o colaborador se sente mais valorizado, o que aumenta seu engajamento e dedicação no dia a dia.

6. Faça relatórios de desempenho.

Todo o desempenho da equipe deve ser avaliado constantemente para detectar seus pontos fortes e pontos fracos. É assim que você sabe as mudanças que precisam ser feitas para melhorar e o que precisa ser mantido. Para que o relatório tenha um efeito prático, é preciso estabelecer metas claras e indicadores precisos.

7. Explore os potenciais individuais.

Não cometa o erro de tratar sua equipe como um “apanhado geral” de pessoas. Cada profissional tem seu próprio estilo, com pontos fracos e pontos fortes diferentes. Cabe a você identifica-los e extrair o melhor deles. Delegue as responsabilidades sempre de olho nas capacidades de cada um, respeitando cada tipo de perfil.