Como resolver 7 grandes problemas que podem matar sua empresa

Sócios, funcionários, clientes e a gestão de todos eles: confira conselhos de empreendedores para resolver situações difíceis no seu negócio

Via : Revista Exame

Publicado: quarta-feira, 11 abril, 2018 às 19:25

São Paulo – A dificuldade ao empreender não está apenas na hora de começar seu negócio próprio. Vários obstáculos tão complicados quanto obter o capital inicial ou conquistar a primeira venda surgem no dia a dia da operação.

A maioria dos desafios terá de ser resolvido a partir da sua visão empresarial. Mesmo assim, é possível se preparar para alguns problemas já vivenciados por diversos outros empreendedores.

EXAME pediu que donos de negócios elencassem situações que costumam afetar as operações, incluindo suas próprias – e quais soluções encontraram para as dificuldades.

Confira, a seguir, como resolver 7 grandes problemas que podem matar sua empresa:

1 — Não consegue clientes? Diminua a barreira de entrada e cobre por resultado

Vendedora atende cliente em loja (vendas)

 (Foto/Thinkstock)

Não basta conquistar a primeira venda: se quiser que seu negócio sobreviva, é preciso manter um fluxo recorrente de consumidores.

A SmartSales é uma ferramenta criada pela empresa Avanti que trabalha justamente com o aumento de potencial de vendas de lojas virtuais. Em 2017, a Avanti faturou 5 milhões de reais.

Os fundadores Guilherme Kruger, Gustavo Dechichi, Leonardo Machado e Thiago Goulart recomendam ao empreendedor que não consegue manter clientes que reflita sobre as barreiras de entrada ao seu negócio – incluindo seus preços.

“Tente eliminar altos custos de entrada, como a taxa de montagem de um sistema. Se possível, cobre por resultado e acredite nos benefícios que seu produto irá trazer.”

 

2 — Veja (e resolva) as reclamações sobre sua empresa

Consumidora insatisfeita em fila de loja (mau atendimento, vendas, vendedor)

 (Foto/Thinkstock)

Você presta atenção na reputação que sua empresa tem nas redes sociais e em sites como o Reclame Aqui? Se não deveria: com a adoção massiva dos smartphones e a democratização do acesso à internet, a propaganda negativa se propaga tão rápido quanto dados de conexão.

A dica é de Taiguara Moura, co-fundador do fast food de salada por quilo Green Station. O negócio faturou 8 milhões de reais em 2017. “Estamos vivendo uma geração de clientes bem informados e exigentes”, afirma.

Como conseguir boas avaliações, então? Voltando para as raízes e deixando de robotizar seu atendimento ao cliente. “Ofereça uma comunicação completa e exclusiva. Cresça a partir do feedback de quem escolheu sua marca.”

3 — Quer inovar mais? Traga pessoas que oxigenem seu negócio

Lâmpadas juntas: inovação, negócios, startups, trabalho em equipe

 (alphaspirit/Thinkstock)

Muitos empreendedores acreditam que a fonte de inovação para suas empresas está apenas nas percepções que eles possuem sobre seu mercado de atuação.

Ariel Costa e Edelcio Molina, criadores da plataforma para facilitar a comunicação interna em empresas SimplificaCI, recomendam ouvir também quem está ao seu redor. “Traga pessoas para o seu time que complementem o seu conhecimento e que agreguem outras experiências à empresa.”

O conselho é endossado por Sandra Rossi, CEO do grupo de viagens e turismo Verte. “Aprendi que se deve contratar devagar e demitir rápido quando for necessário, além de apostar na diversidade. Nunca contratamos apenas turismólogos, por exemplo, porque sempre acreditamos que perfis diferentes se desafiam”. Em 2017, o negócio faturou 19 milhões de reais.